«

»

Armadura de Deus

De sexta para sábado tivemos uma vigília de oração muito abençoada por Deus. Sei que alguns irmãos nem sabiam que iria acontecer tal vigília, eu mesmo só fiquei sabendo na véspera, mas iremos planejar outra para novembro para que todos possam participar. Quando eu estava voltando para casa, estava na Carlos Lindemberg e no horizonte o Sol já iluminava algumas nuvens, apesar dos roncos da Rosana ao meu lado, aquele momento foi muito bonito, eu me lembrei de um texto que se encontra em Isaias 21:11-12. O texto diz que vem a manhã e também a noite. Imagino que o guarda talvez estivesse dormindo e acordou sem saber se o que ele estava vendo era o por do sol ou o nascer do sol. Isto me faz pensar na necessidade de vigiarmos pois somos soldados do exercito do Senhor.

Vamos ler em Efésios 6: 10-18

10 Finalmente, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.
11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo;
12 pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes.
13 Portanto tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes.
14 Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça,
15 e calçando os pés com a preparação do evangelho da paz,
16 tomando, sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno.
17 Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;
18 com toda a oração e súplica orando em todo tempo no Espírito e, para o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e súplica, por todos os santos,

Ordem: 11-13

Temos que nos revestir de toda a armadura de DEUS, para permanecermos firmes contra as ciladas do diabo. Resistir no dia mau.

O Inimigo: 12

Principados, Potestades, Príncipes do mundo, hostes espirituais da maldade.

Representação de um exército.

A armadura: 14-17

Cinto da verdade – prende a couraça – Conhecereis a Verdade e a verdade vos libertará

Couraça da justiça – Protege o peito – Nossa vida deve ser de justiça, o nosso viver deve ser pautado na justiça e esta baseada na verdade, pois o cinto da verdade prende a couraça da justiça em nosso corpo.

Calçando os pés com o evangelho da paz – A base de nossa armadura deve ser o evangelho, pois ele que nos conduz à luz.

Escudo da fé – Escudo era grande como uma porta, ele que nos protege contra os dardos inflamados do diabo.

Capacete da Salvação – O capacete era usado para proteger a cabeça, a nossa mente deve estar protegida pela salvação, ou pelo salvador que é Jesus.

Espada do Espírito – Palavra de Deus, a única arma de ataque. A palavra de Deus deve estar em nossa mente e coração para podemos saquear o inferno, tirar de lá as almas presas, pois o objetivo do soldado não é só de proteger a sua vida, muito pelo contrário, ele deve estar disposto até de sacrificar a sua vida pela causa que ele luta e nesse caso a causa é a pregação do evangelho.

Suprimento: 18

Um grande problema que os exércitos encontravam na antiguidade quando saíam para o campo de batalha era o transporte de água e alimentos para os soldados. Muito morriam ou chegavam exaustos antes mesmo de encontrarem o inimigo, pois lhes faltava suprimento suficiente. Na vida cristã, além da armadura, precisamos também destes suprimentos.

Oração – A oração deve ser o alimento para estarmos fortes para a batalha. Por isso ela deve ser em todo o tempo.

Vigilância – O exemplo de Gideão, os homens que se ajoelharam para beber água ficaram desprotegidos, mas os que lamberam a água na mão estavam vigilantes.

Nós temos que vigiar. O vigia é aquele que vê o inimigo de longe e avisa para a tropa que é hora de batalha.

Conclusão

A luta não é Individual

Normalmente lemos este texto e imaginamos um soldado solitário tentando de todas as formas se proteger pra conseguir sair vivo da batalha, mas esquecemos que o nosso inimigo vem com um exército e nós também devemos entrar como exército, pois assim conseguiremos vencer o inimigo.

(sermão proferido em 29/09/2002 no templo da Igreja Batista Evangélica Nova Aliança, na época ainda não era o pastor da igreja)

VN:F [1.9.12_1141]
Rating: 9.0/10 (1 vote cast)
VN:F [1.9.12_1141]
Rating: 0 (from 0 votes)
Armadura de Deus, 9.0 out of 10 based on 1 rating
Be Sociable, Share!

Nenhum post relacionado.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Statistical data collected by Statpress SEOlution (blogcraft).